3.2.10

10 meses

Hoje Ben completa 10 meses. Só percebi na metade do dia, o qual ele passou com outras pessoas, já que estou acamada pelo menos até depois de amanhã, e ele não gosta muito de ficar preso aqui comigo.

É o bebê mais lindo do mundo. Corre para a grade do berço, fica em pé e dança, todo feliz. Dança sentado também, mas prefere em pé. Fala mamã, papa, titita (titia) doda (doida) - geralmente juntos, já que o ensinamos a chamar minha irmã de Titia Doida, Desa ou Deda (Andresa, a babá), dinda (quando ela se digna a aparecer por aqui), Guigui (o primo), nãnãnã (não) e dá.

É temperamental demais. Se tiramos alguma coisa de sua mão, fica com raiva, cerra os punhos e grunhe, grita. Se não o deixamos colocar algo na boca, joga a coisa na gente, ou para longe. Nessa brincadeira já derrubou meu celular inúmeras vezes, pois adora ver sua foto no papel de parede, e quando quer colocar o aparelho na boca e eu não deixo, joga longe.

Aprendeu a apertar os botões do celular, também. Hoje ligou para minha irmã, e eu nem sei como, pois o número não estava dentre os últimos discados. Tudo que pega põe no ouvido como se fosse um telefone, e olha pra gente esperando que falemos "Alô, quem é?"

Adora ser beijado. Deita na nossa frente, quietinho, esperando um monte de beijos, no pescoço, no rosto... Mas odeia ser abraçado, apertado de qualquer forma. Se bem que é difícil não fazê-lo, tão gostoso que é.

Está crescendo, rápido. Ficando menos rechonchudo. Mas ainda come muito, e muito bem, adora arroz com feijão, macarrão com legumes, ameixa, banana, mamão e laranja, já come tudo sem bater, em pedacinhos. As frutas ele mesmo morde e mastiga os pedaços, como se tivesse uma boca cheia de dentes, não apenas os dois (quase três, o de cima está apontando) que lá estão.

É um safadinho, travesso. Corre pra escada a qualquer descuido, e quando percebemos ele olha para nós, diz "nãnãnã" e manda um beijo, mas continua subindo! Precisamos colocar um portão de segurança, bem como uma rede na piscina, porque é doido com água. Não se contenta com molhar os pés, quer se jogar com tudo. Passa a tarde toda quando tem alguém para ficar lá com ele, e quando não tem, deleita-se no tanque mesmo.

Já toma café, lancha, almoça, lancha, janta, tudo intercalado com muuuito peito. Não dorme a noite toda, mas eu não me importo. Adoro cheirá-lo, beijá-lo, curtir cada momento em que ele está mais dormindo do que acordado, mas precisa se certificar que eu estou ao lado dele. Porque eu estou, e estarei enquanto ele precisar de mim.

7 comentários:

Soraya 4 de fevereiro de 2010 01:44  

Oinnn Feliz Mesversário pro Bengostoso... me empresta ele pra eu cheirar e morder? auhauhauhauha
Bjs

Anderson Santos 4 de fevereiro de 2010 14:21  

Eita mamãe babona! hehehehehe

Daniella 4 de fevereiro de 2010 16:35  

gente, preciso conferir se todas essas novidades do menino-ben são de verdade! :P

ah, lembrei daquela propaganda de alguma cerveja, de anos atrás, de um caranguejo/siri/whatever que fazia um nãnãnã correndo pela praia

aiaihaiuaohaiuoa

e ele precisa aprender a me chamar de alguma coisa, nem q seja de gorda! :PPP

Anninha 5 de fevereiro de 2010 10:39  

Que linda postagem, regada à baba! rsrsrsrs Não é pra menos, né? Um filhote lindão desse jeito!!! Beijocas!

Isabella Isolani 5 de fevereiro de 2010 20:37  

Olá Nanda... vim aqui fuçar seu blog pois acompanho diariamente as mamíferas... Acompannhei a despedida da Kathy e a sua chegada com posts muito gostosos de ler.

ADORO a maneira como escreve... e vim aqui me deliciar conhecendo um pouco mais sobre sua vida e do Benjamin.

Já ao ler sua última postagem, me identifiquei ainda mais com vc. Minha filhota nasceu 3 dias depois que Benjamin. (06/04/2010).
Tenho muitas amigas, aqui na minha cidade, que tem filhos pequenos. Mas depois que me tornei mãe (e toda aquela coisa de correr atrás de infomações sobre parto humanizado, parteiras, doulas, slings, banho de balde, amamentação exclusiva...) acabei encontrando outras mães taxadas de xiitas e alternativas, blogs maravilhosos, amigas no mundo virtual que me ajudam muito mais que o próprio pediatra da minha filha, minha mãe e suas alopatias, amigas que tiveram suas cesárias eletivas...

Enfim. Descobri que nesse mundo virtual a gente pode sim ter muita informação de qualidade, sentir que vc não está sozinha no mundo (e que não sou só eu que tenho um bebê de 10 meses que não dorme a noite inteira)...

Enfim. Sou mais uma seguidora de seu blog. Adorei.

Beijos. Isa e Ana Clara.

Nivs 12 de fevereiro de 2010 19:44  

Ei, Nanda! Que delícia o seu blog! Cheguei aqui por acaso, pois vi o link em uma das mensagens suas no Ishtar e agora virei fã. Quero ler tudo depois com calma e comentar sempre que possível. Grande beijo!

Jo M. E. Guerra de Carvalho 20 de fevereiro de 2010 13:30  

Adorei sua postagem... Amei muito mesmo, Nanda. Tava com saudade. Te , lia sempre no mamiferas e agora estou feliz por te ler aqui.

Muitas felicidades com seu tesouro e muito amor na sua vida!