17.10.09

Fuemos a la playa...

Se Manuel Carlos conhecesse algum outro estado do Brasil e decidisse radicalizar e fazer uma novela em Alagoas, seus personagens morariam no condomínio Angra de Ipioca e passariam agradáveis tardes no Hibiscus - Restaurante e Mar. Te cuida Baixo Bebê, Leblon, que a praia protegida por barreiras de coral faz do Hibiscus (na maré baixa) o local perfeito para levar pequenas Helenas e José Mayers para seu primeiro banho de mar. Eles tem redes, esteiras, pufes, acho que se você pedir um jumento para tomar sol em cima, eles arrumam pra você. O enxaguante bucal disponibilizado nos banheiros serve para tirar o gostinho amargo de ter pago R$5,90 em uma long neck e R$85,00 numa fritada de frutos do mar. Viver as páginas da vida é isso.



Acontece que Ben sabe que nasceu em berço de latão e não curtiu o ambiente. Chegamos lá quando a maré estava enchendo, então as ondas estavam um pouco fortes demais para ele gostar do mar. Beber aquela água salgada também não fez sua cabeça. Mas eu acho mesmo que ele olhava pra mim em meu maiô claro-escuro, olhava pra barreira de coral e buscava no inconsciente coletivo um medo que alguém gritasse "Go, Willy, go!" e nunca mais ver sua mãe, aí o mar não foi seu local favorito de todos os tempos.


Enchemos uma bacia com água da torneira, brinquedos e ele ficou feliz da vida. Até que ventos de 70 km/h começaram a jogar areia em todos os locais e ele buscou refúgio nos peitos da mãe, cochilou um pouco na rede que penduraram especialmente para nós, e acordou com o clima de chateação que permeia uma família que pediu mandiocas fritas há 50 minutos e ainda não viu nem o cheiro delas. Acontece que o dono do local teve a brilhante idéia de dispensar metade dos funcionários no feriado! Esse exemplo de gestão de negócios nos pôs dali a correr, fomos almoçar em um bar a poucos quilômetros dali.

8 ou 80 define o dia. Titio é uma pessoa que nunca se casou, mantém a casa cheia de gatos e outros animaizinhos que aparecem por ali, eventualmente recebendo seus amigos pinguços para um dominó no domingo a tarde. Achou que fosse uma boa idéia transfomar tudo isso num restaurante e fundou seu Bar. O cheiro de xixi é cortesia da casa. Odiei o local e Ben, naquela simbiose que rege o relacionamento mãe-e-filho também ficou meio puto, voltamos pra casa tensos e fomos relaxar no tanque piscina daqui mesmo. Nem devíamos ter saído pra começo de conversa, porque ele adorou. Gostou da bóia, gostou da agitação de uma família inteira em uma piscina minúscula, gostou do fato de não ter mais sol.




No final do dia, Benjamin era a definição de cansaço. Dormiu por longas 6 horas seguidas (e acreditem quando eu digo que isso é um marco), e por mais 7 horas picadas depois disso. E todos vivemos felizes para sempre.

7 comentários:

Soraya 18 de outubro de 2009 00:02  

OInnnn Bengostoso ta cada dia mais lindo...
Acho que ele puxou a tia aqui que odeia solemar...
Beijos de minas

Mari Tezini 18 de outubro de 2009 14:00  

AHA! achei vc a mãe daquele que quer dispitar o coração da Chiara com o Caetano!

Ok, ele é fofíssimo, mas meu Caetano tbém é um gato, viu?


heheh
Beijos

Sylvana 18 de outubro de 2009 18:34  

Ben, danadinho, já foi à praia!
Tenho uma bacia igual a esssa e ainda hoje, com 2 anos e 9 meses, meu "bebê" Ernesto toma banho nela!

Érika Zemuner 19 de outubro de 2009 15:13  

Menino esperto! Eu já gostei de praia, naqueles tempos em que eu era uma criança inocente e ignorante, desconhecia o significado de "coliformes fecais" e nem ligava de ter areia grudada no meu cabelo e em cada orifício do meu ser. Hoje já prefiro uma piscininha mesmo.

Mas será que ele vai ser igual ao Breno, que mora praticamente na praia e não suporta todo o ritual que envolve "tomar banho de mar"?

Vila Cultural 21 de outubro de 2009 00:22  

Que fofo Ben conhecendo o Mar...

Nana, vc não parece willy. Humpf.

Mas eu rachei o bico de verdade ahushuahsuahsuahsuaa

Adorei o relato.

Luciana 21 de outubro de 2009 02:32  

Chegou o calor, o assunto é praia... Eu tambem nao gosto nao, mas qdo temos filhos, a gente bem que tenta, ne Nanda?

Adorei a boia do Ben! Parece tao confortavel! E ele ta cada vez mais lindo, viu? Aquela linguinha pra fora ta demais...

Beijos!

Lu, cansada de desfazer malas onde tudo o que eu tiro têm areia!

PS: E a febre do Ben, passou? Acha que é dentinho mesmo? Ele voltou a comer com a verocidade que lhe é peculiar?

Tata 25 de outubro de 2009 00:06  

cara, que idéia fantástica, levar o balde pra praia!! caraca, tô aqui bege de não ter pensado nisso antes, putz. estamos indo pra praia daqui a uns dez dias e tava me perguntando como fazer pra Kiki aproveitar mais, já q ela ainda não senta e não sei se vai estar sentando até lá, então a piscininha não ia rolar... agora o balde vai a tiracolo, beleza pura!
brigadão pelo insight, e esse meu candidato a futuro genro (aiai) tá gostosura demais...